outubro 2015

9 posts

  Você sabia que podemos usar atividades rotineiras como o momento do banho, da troca de roupa e da alimentação para ensinar e fortalecer o aprendizado de nossas crianças? Já é sabido que as crianças aprendem melhor quando estão motivadas e envolvidas afetivamente, e que as atividades rotineiras são ótimos momentos de troca afetiva entre a criança e o adulto! E como os pais e …
O uso de histórias sociais para ensinar e aperfeiçoar as habilidades sociais de crianças com TEA tem aumentado nos últimos 20 anos. Histórias sociais descrevem situações, habilidades e conceitos sociais de maneira explícita, o que possibilita indivíduos com dificuldades sociais identificarem pistas sociais, perspectivas diferentes e respostas comuns em determinados contextos. Como já vimos em posts anteriores, as historias sociais podem ser utilizadas em diversos …
Vamos imaginar um caso: Marina é mãe de Bruna, uma garotinha de 3 anos que foi recentemente diagnosticada com TEA. Seguindo as recomendações do psiquiatra infantil, Marina buscou tratamentos para a filha com psicólogo (ABA), fonoaudiólogo e terapeuta ocupacional. Agora, com a rotina repleta de atividades, a criança passa grande parte do tempo em intervenções e na escolinha. Quando estão juntas, Marina sente que não …
Quem nunca parou para ler ou assistir um vídeo que falasse sobre autismo e sem perceber começou a procurar sinais no próprio filho, torcendo para não encontrar nenhum? Mas, e se você encontra? Com a evolução dos critérios diagnósticos, tem se tornado possível identificar os sinais cada vez mais cedo, o que favorece bastante a aplicação de programas de intervenção precoce. Tais programas se justificam …
  Sabemos que as crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) apresentam dificuldade na teoria da mente e que essa é uma habilidade complexa que deve ser trabalhada em diferentes níveis (Veja postagem sobre o ensino da teoria da mente). Por isso, é importante avaliar em que nível de desenvolvimento a criança se encontra para definir por onde começar a intervenção. Como saber por onde …
  Quando trabalhamos com crianças com TEA, um grande foco diz respeito a estimulação da interação social, e uma dúvida que inquieta pais, cuidadores e professores é sobre como incentivar as brincadeiras: se deve-se deixar a criança brincar entre os pares de forma livre ou de forma dirigida. Em um de nossos posts  já falamos um pouco sobre não ser recomendável deixar “a criança fazer do …
    Pais e cuidadores têm papel fundamental no desenvolvimento infantil. Mas, você sabe exatamente de que maneira isto ocorre? O vínculo afetivo entre pais/cuidadores e suas crianças, que se estabelece logo no início da vida é muito importante para que a criança se sinta protegida e segura em seu ambiente familiar. Por isto, os pais devem trabalhar para criar um vínculo forte e duradouro com …
Voltar