coordenacao_motora_aba_e_autismo_link_psicologia

Crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) apresentam alterações no desenvolvimento motor. Essas alterações são, por exemplo, dificuldade em controlar a força e manusear objetos pequenos (motricidade fina), em subir e descer escadas (motricidade global), em andar sobre uma linha no chão (equilíbrio estático), em imitar outra pessoa (esquema corporal) e na coordenação combinada das duas mãos (lateralidade). Esses déficits motores começam a se manifestar antes dos 3 anos de idade e quanto mais cedo os sintomas forem identificados, maior será a chance de a criança obter intervenções adequadas fazendo com que seu desenvolvimento se aproxime das habilidades compatíveis com sua faixa etária.

A intervenção é muito mais motivadora para a criança por meio de atividades lúdicas. Seguem algumas sugestões:

– Motricidade fina: jogos de encaixe, separar blocos por cores, desenho, pintura, pinçar pequenos objetos, passar fio na tela, furar pontos em isopor;

– Motricidade global: Circuito com obstáculos (banco, elástico, corda, bola, cones), jogos com música (estátua), vivo ou morto, jogos com bolas;

– Equilíbrio: Diferentes posições com diversos materiais (auxiliares ou não), jogos de troca de nível (subir e descer, correr e parar);

– Esquema corporal: Brincadeiras no espelho, brincadeiras cantadas, atividades com papel, tinta e figuras geométricas, “macaco disse”, “mestre mandou”;

– Lateralidade: Jogos de encaixe, arremesso, jogo com bolas, Saci-Pererê, circuitos, máscara, binóculo, olho mágico.

Segundo as pesquisas, essas intervenções, a partir de muita estimulação, promovem a melhora da habilidade motora e física da criança. Além disso, as intervenções também contribuem para que as crianças participem mais de atividades sociais (familiares e escolares) e auxiliam na autonomia pessoal da mesma. Portanto, a estimulação motora possibilita uma melhor qualidade de vida da criança com TEA, bem como sua família e/ou cuidadores.

Rosa Neto F, Amaro KN, Santos APM, Xavier RFC, Echevarrieta JC, Medeiros DL, Gomes LJ. Efeitos da intervenção motora em uma criança com transtorno do espectro do autismo. Temas sobre Desenvolvimento 2013; 19(105):110-4.

FacebookTwitterGoogle+